Notícias

18/09/2018

A Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), a Escola Nacional de Advocacia do Conselho Federal da OAB e a OAB-SP promovem na quinta-feira, dia 20/9, às 19 horas, na sede da AASP (Rua Álvares Penteado, 151 – Centro), debate com o tema: “Jurisprudência defensiva: a quem interessa? A oposição da advocacia a essa prática dos tribunais”.

O evento, que tem inscrição gratuita, contará com a presença de renomados advogados e juristas.

A jurisprudência defensiva é uma prática adotada pelos tribunais, principalmente nas cortes superiores, para não conhecer recursos em razão de apego formal e rigidez excessiva. São empecilhos artificiais criados para não apreciarem os recursos, entraves formalistas que prezam pelo rigorismo acentuado (preenchimento incorreto ou incompleto da guia de custas, prova acerca da ocorrência de feriado local no ato de interposição do recurso, ausência de substabelecimento, para citar apenas alguns). Tal mecanismo há muito é objeto de reprovação da doutrina.

“Nós advogados temos que nos opor a essa prática da jurisprudência defensiva pelos tribunais, que cerceia o direito do jurisdicionado e impede o pleno exercício da profissão”, afirma a diretora cultural da AASP, Fátima Cristina Bonassa Bucker.

Diversos artigos do novo Código de Processo Civil (CPC) tratam desta prática e combatem a jurisprudência defensiva: art. 4º, art. 6º, art. 76, § 2º, art. 188, art. 218, § 4º, art. 926, art. 927, §§ 2º-4º, art. 932, parágrafo único, art. 938, §§ 1º-3º, art. 941, § 3º, art. 1.007, §§ 2º, 3º, 4º, 6º e 7º, art. 1017, § 3º, art. 1024, §§ 3º e 5º, art. 1025, art. 1029, § 3º, art. 1032 – caput e art. 1033.

Composição da mesa de abertura

Carlos José Santos da Silva (presidente do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados – CESA)

Fátima Cristina Bonassa Bucker (diretora cultural da Associação dos Advogados de São Paulo – AASP)

José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro (presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo – IASP)

Luiz Périssé Duarte Jr. (presidente da Associação dos Advogados de São Paulo – AASP)

Marcos da Costa (presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo – OAB-SP)

Rodrigo Rocha Monteiro de Castro (presidente do Movimento de Defesa da Advocacia – MDA)

Composição da mesa de exposição e debates:

Antonio Ruiz Filho
Clito Fornaciari Júnior
Estefânia Viveiros
Fonte: 
Maxpress Net - SP